julho 31, 2010

questionamentos...


Deus

Eu tava aqui pensando em você.

Você sabe...

É difícil.

Difícil pensar em você como divindade, já que seus representantes por aqui, estão fazendo muita bobagem...

Difícil pensar que é pai, pois minhas referências paternas são puro desastre.

Como mãe também não dá, por que lugar de mãe que se preza, é sagrado, não dá para tirar.

Difícil pensar em você como amigo, pois eu preciso de “mais”.

Amigos são ótimos, ok, tenho que concordar...

Mas, você sabe...

Somos seres humanos e os seres humanos são naturalmente egoístas. Por mais que a gente ame, a gente precisa de alguma forma “garantir o nosso”, cuidar do próprio umbigo e aí querido Deus, fica difícil pensar em você só como amigo.

Não quero um Deus só prá assistir filme e comer pipoca, nem só para falar bobagem, quero um Deus que esteja em mim, que viva comigo e que seja de tudo:

Soberano, pai, mãe e melhor amigo.

Quero poder pedir proteção e bençãos para minha mãe, namorado, irmãos, cunhados, sobrinhos, tias, primos, amigos, afilhados e conhecidos...

Será que você me entende?

Mas aí eu volto mais uma vez prá dizer:

Tá difícil...

Talvez a culpa seja minha...

Talvez não.

Mas me diga, seria possível a culpa ser tua?

... (silêncio!)

Tá vendo...

Assim fica mais difícil.

Falo como uma louca com você o dia inteiro e quando chega à noite te escrevo, mas você nem responde, não me escreve e nem fala comigo.

... (infantil?)

Talvez.

... (carente?)

Muito.

Como posso decretar que você não existe?

Como posso acreditar em outro tipo de deus?

Como posso fingir que não é comigo?

... Difícil.

Tudo bem, vamos lá.

Talvez seja melhor explicar.

Pérai! Deus precisa de explicação?

...(não tonta, você precisa)

Precisando ou não, vou explicar.

Quem sabe te encho tanto o saco que você resolva de uma vez por todas se comunicar.

O negócio é o seguinte.

Não sei quem você é, de onde veio, que cara tem ou que cor é a sua aura.

Não sei se é só um espírito, uma força ou uma energia.

Não sei como é o seu céu, não sei como são seus pensamentos e obviamente não sei como é a sua voz.

Não sei se acredito em tudo que está escrito na Bíblia sem questionar ou se acredito em todas as respostas que outras teorias têm para me dar.

Questionadora e curiosa, você tá cansado de saber que sou.

Mas sabe também que acredito em você, não importam as respostas.

Só para esclarecer, esta carta não questiona a sua existência.

Questiona o nosso relacionamento.

E sincera você sabe que sou, não vou ficar fazendo média com você e com os outros só para me acharem normal.

Normal aqui, você também sabe como é, ou como pelo menos deveria ser...

Ir à igreja, cantar, ouvir alguém falar sobre você, fazer o bem e orar ou rezar...

Mas...

Você também sabe o que virou, né?

Poder, mentiras, hipocrisias, maldades e dinheiro...

Ah...

Muito dinheiro.

Todos vendendo um pouco de bençãos, um pouco de unção, um pedacinho do céu...

A coisa está tão ridícula que para fazer uma campanha de oração (coisa que deveria ser feita particularmente por cada um) em alguns lugares é necessário fazer até prestação. Depois usam o "seu nome" para cobrar as parcelas fazendo ameaças sutis e as vezes partindo para a "santa" humilhação...

Que vergonha...

Pastores hoje tem jatinhos, helicópteros, carros blindados e jet skis. O papa tem um carro de ouro.

E em algum lugar deste mundo, talvez até na avenida aqui em baixo de casa, alguém come restos de lixo.

Pior ainda é saber que as vezes estas próprias instituições se empenham em trabalhos sociais e projetos, só para conseguir tirar mais dinheiro do povo, já que alguns não são tão bobos e não caem em conversas de benção por prestação, mas têm o coração bom e quando lhes é solicitado auxílio financeiro para uma "boa causa", não conseguem dizer não.


Mas?

E você?

Acha isto normal?

... (silêncio.)

Desculpe querido, mas nesta “onda” de normal, meu cérebro me proíbe entrar.

Sábio cérebro. (obrigada por ele...)

Mas...

Vamos esquecer a conduta das religiões.

Religiões...

Não. Não dá para esquecer...

Sobre este assunto eu também tenho dúvidas.

Se é crime ser racista, porque você, justo você escolheria uma religião como certa e faria uso da discriminação?

Desculpe mais uma vez, mas minha boca grande tem que falar.

Por isso mesmo eu as vezes questiono a Bíblia, pois acho que tudo começou com aquela história de Abraão.

Por que meu Deus, me diga, você escolheria uma só pessoa e desconsideraria por ela, o resto do mundo?

Não foram todos feitos por ti?

Por que este negócio de “escolhidos”?

Isto não cria mais guerras e discussões?

Por que Jesus viria para os judeus e só porque não foi aceito, seu amor e sua graça estenderiam-se a nós outros?

E olha que esta é só uma das partes, porque eu ainda nem comecei a falar de Buda, Maomé, São Francisco e Nossa Senhora.

Não comecei e nem vou...

Tô pensando aqui que tô tomando seu tempo... Né?

Mas...

Deus tem tempo?

Não sei.

Nunca tenho respostas.

O que?

Sinais?

Sinais são respostas?

Hummmmmmm... Não sei.

Pode ser acaso.

Acaso ou não, cansei.

Vou dormir.

Mas...

Você sabe, minha mente continuará falando com você sedenta por uma resposta.

Uma resposta que não seja só um sinal.

Uma resposta que mostre de uma vez por todas que seja lá como for , que você também se importa comigo de um jeito mais "divinal".

Um caminho que não seja religião...

Sei lá...

Acho que perdi o rumo da conversa, ou não, vai ver eu falei o que precisava mesmo falar.


Obrigada por me amar!

Obrigada por me dar sinais...

Sinceramente

Lyz



P.S.: Você sabe que eu sou brasileira e não desisto nunca, né?

Obrigada por levar o Max naturalmente e em paz.

Ah! Só mais uma dúvida...

Existe um céu para os animais?

Porque eu disse para ele que existia...

Um comentário:

  1. Lyz querida,

    eu só sei que tem um Deus no céu olhando para mim, mesmo que não haja frutos, nem flores, só dor e decepção, mesmo assim, eu louvarei ao Senhor, na alegria e na dor, eu cantarei e direi que Ele é o meu Senhor, Ele é o meu Salvador.
    A fé que eu tenho nEle, me sustenta, me alimenta, por Ele eu me deito todas as noites, e me levanto pela manhã.
    O que é melhor, quando eu fico cheia de dúvidas sobre Ele, as Suas atitudes e o Seu amor, sei que Ele é sempre o mesmo em relação a mim.
    Ele me amou primeiro, antes de eu nascer, antes de eu ser gerada no ventre de minha mãe, nesse tempo ele já me chamava pelo meu nome.
    Eu ouça sua voz, o tempo todo, nos mínimos detalhes, o Seu Santo Espírito fala comigo coisinhas banais do dia-a-dia, é maravilhoso.
    Não importa em qual igreja eu vou, qual a placa do lado de fora, quem é o ministro, pastor, padre, mãe de santo, Buda, etc etc.. eu só sei que Ele, o nosso Deus está acima de tudo e de todos e me ouve em particular, o tempo todo, constantemente, não se cansa nem se irrita... Ele é o nosso Pai, nosso Deus cheio de amor por nós "seus filhos amados".
    Assim como não me canso nem me irrito com meu filho que quando fala comigo, paro tudo que estou fazendo para dar atenção e ouvir tudo que ele esta falando. Assim é meu Deus comigo. Se eu faço isso com meu filho, imagine Deus conosco.

    Pense nisso, no amor que temos por nossos filhos, a paciência, a dedicação, o amor, o prazer que temos em fazer tudo por eles e para eles......... assim é nosso papai.

    Te amo cunhadinha,
    estou tentando falar com vc mas não consigo, quem sabe hoje no niver do Pedrão.

    Beijos

    ResponderExcluir

fico feliz quando leio o seu recadinho...
obrigada!