junho 19, 2010

uma história de amor...

Em outubro do ano passado, quando minha vózinha estava internada, tive a felicidade de conhecer dois personagens dos seus causos, o tio José e a tia Carmem, ele irmão mais velho da minha avó e ela a cunhada tão querida. Ele com 89 anos e ela com 86 . Uma das histórias que a minha vó mais contava era a do dia do casamento deles e do enxoval todo bordado que a tia Carmem fez e eu adorava ouvir os detalhes. No dia que eles vieram aqui em casa, 06 de outubro, estavam comemorando 70 anos de casados. Acreditam? Setenta anos... Eu fiquei boba... Babando... Todo mundo já sabe que eu adoro velhinhos e crianças, mas aqueles dois, sem palavras, que encanto. Curiosa que só, depois de ouvir muitas histórias, tive que perguntar o que fez o casamento durar tanto tempo e aí meu tio virou e disse que amava muito ela (que lindo!), para completar o clima, ela olhou prá ele com aquela carinha de mulher apaixonada que não tem idade e disse que não conseguia viver sem ele e que nunca tinham dormido separados em todos estes anos.
Há uns três meses recebemos a notícia de que o tio José estava internado com problemas no coração e acreditem ou não, a tia Carmen se internou junto para cuidar dele.
Hoje ao chegar da faculdade recebi a triste notícia da morte do tio José.
Fiquei super chateada... Que pena! Que tristeza! Tadinha da tia Carmem...

2 comentários:

  1. Puxa, Liz! que história linda!
    Infelizmente, mesmo a história da vida sendo como a deles, um dia acaba, e do pior jeito, mas como diz o clichê: a morte é a única certeza que temos.
    Apesar de não aceitá-la...
    Em setembro fará 2 anos que meu sogro faleceu. Ele era como um pai para mim e estava casado com minha sogra há 40 anos. Era uma pessoa muuuuito boa e faz uma falta imensa!
    Meus sentimentos pela perda da sua família e, de coração, um abraço na tia Carmem. Vou colocá-los em minhas orações.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Lu! Só Deus mesmo para acalentar os corações...

    ResponderExcluir

fico feliz quando leio o seu recadinho...
obrigada!