maio 07, 2010

melhor torcer ou secar?

por Marcelo Tavares Vianna

Acordei cedo para trocar meu filho pequeno, preocupado por ele ter dormido sem fraldas. Por sorte a cama estava seca.

Fui tomar o café da manhã, mas a caixa de leite estava seca, então tomei café puro..

Quando tentei ligar o carro, percebi que o tanque estava seco. Peguei um táxi.

A manhã toda trabalhei, e pedi à minha esposa para dar um jeito de comprar gasolina e colocar no meu carro e ela respondeu, num tom seco: - Pode deixar...

Voltando para casa percebi que, apesar da previsão do tempo ser de chuva, fazia um dia seco.

Quando fui lavar as mãos para o almoço, não tinha água, e, quando fui reclamar, veio minha esposa: - A caixa está seca... faltou água na rua hoje.

Cheio de raiva, dei um soco na pia, que fez um baque seco: BUM!

A tarde passou em câmera lenta... e eu seco pra ir pra casa, tomar um golinho e assistir ao futebol.

Engolindo em seco, percebi que chegaria tarde em casa, e ainda por cima ao chegar, quem abriu a porta foi minha sogra, já esticando uma mão magra e seca...

No jantar, veio uma carne assada, meio seca. Segundo minha esposa, culpa do meu atraso.

Não gosto de vinhos doces, então abri um bem seco.

De sobremesa, uns figos secos.

Então, finalmente, sentar em frente à TV e assistir ao futebol. Mas não antes de ligar a máquina de secar e dar ração seca ao cachorro.

Primeiro jogo, Palmeiras e Atlético Goianiense. E eu secando desde o início.

Pra fazer um resumo seco: o Palmeiras perdeu 2 vezes apesar de são Marcos e bye-bye CB.

Dei uma risadinha seca e me preparei para o segundo jogo: Corinthians e Flamengo.

Jogo pegado, cheio de dribles secos, faltas secas e chutes secos. Os torcedores, nervosos, com a garganta seca...

No primeiro tempo, o Corinthians abre 2 a 0 e a maior torcida do Brasil, adicionada de são-paulinos, palmeirenses e santistas com a boca seca... e eu ainda pedindo ä minha esposa para desligar o secador de cabelo...

Fui tomar um banho no intervalo para não ter que rever os gols e ainda estava me secando quando escutei o grito de gol lá na sala... de quem será?

Como sou paulista e não ouvi os estampidos secos dos fogos, calculei que era do Flamengo e não foi diferente, 2 a 1 e um jogo tenso até o fim. Ninguém piscava, os olhos secos...

Para todos. Para os flamenguistas, corintianos e policiais, imaginando que poderiam se repetir os atos bárbaros de 2006. Mas graças a Deus não foi assim...

Vou dormir contente, mas antes te deixo a pergunta:

Melhor torcer ou secar??


P.S.: Adorei a criatividade do autor deste texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

fico feliz quando leio o seu recadinho...
obrigada!