janeiro 06, 2010

amiga...

“Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão: poderá morrer de saudades, mas não estará só.” (Amyr Klink)

Ontem fui prá cama pensando no quanto me fazia falta a companhia das minhas miguchas que este ano foram prá longe. E não é que acordei cedinho, estava fazendo yoga e o telefone tocou, do outro lado a voz: Ly! Não acredito! Putz que saudade!

Mah - Você nem imagina como eu PRECISAVA ouvir a sua voz. Passei a noite acordada e pensei muito "que saudade de rir com aquela loira". Daí tô aqui fazendo minha prática matinal de yoga e o telefone toca, eu atendo e do outro lado é a sua voz dizendo que teve um pesadelo horrível comigo... Não acredito! Não acredito que conseguimos ultrapassar todos os limites de distância com o nosso coração... Tô sentindo muita saudade de você e da Má... Das nossas noites, das sextas de fazer unha, do nosso amigo secreto, dos cortes de cabelo, das roupas emprestadas, das festas, dos filmes, das músicas, do "deixa eu falar" e dos mistérios ocultos da Marcinha que a gente só descobria depois que não tinha mais como ela esconder (rsrsr)... Saudade também de ter vocês aqui para tomar café da tarde à noite... Te amo mais que TUDO! Obrigada! Ly

P.S.: A roupa que a Mah tá vestindo foi minha irmã Super talentosa Aline Fatori quem fez para o trabalho de conclusão de curso da facu de Moda. O tema era "Divas do Cinema - Rompendo com o estabelecido", as roupas foram todas feitas com zíper. Lindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

fico feliz quando leio o seu recadinho...
obrigada!