abril 29, 2009

pausa...

Sem conexão por alguns dias...

já li...

"Cada pensamento que temos cria nosso futuro"
(Louise Hay)

Gente! Baixei este livro há um tempo, lá no PDL, estava dando uma olhadinha nos meus ebooks arquivados quando bati o olho neste. Dei uma pesquisadinha na net para ver do que se tratava e comecei a ler. O livro é excelente, didático e mexe lá no fundinho do nosso interior, além de ser um super sucesso de vendas... A autora (Louise Hay), teve uma vida sofrida, mais deu a volta por cima e hoje ajuda milhares de pessoas, inclusive eu, a "darem a volta por cima". O mais legal é que ela aborda o Sucesso e a Felicidade não só como "ter dinheiro" e sim em construirmos uma vida plena e abundante em todos os aspectos a partir de nós mesmos.
Vai aí uma super dica de leitura para quem está procurando desenvolver-se como ser humano.
Boa Leitura!
Obrigada Louise

abril 15, 2009

eu me rendo...

Quantas mentiras nos contaram...
Foram tantas, que a gente bem cedo começa a acreditar e, ainda por cima, a se achar culpada por ser burra, incompetente e sem condições de fazer da vida uma sucessão de vitórias e felicidades.
Uma das mentiras:
É a que nós, mulheres, podemos conciliar perfeitamente as funções de mãe, esposa, companheira e amante, e ainda por cima ter uma carreira profissional brilhante.
É muito simples: não podemos.
Não podemos; quando você se dedica de corpo e alma a seu filho recém-nascido, que na hora certa de mamar dorme e que à noite, quando devia estar dormindo, chora com fome, não consegue estar bem sexy quando o marido chega, para cumprir um dos papéis considerados obrigatórios na trajetória de uma mulher moderna: a de amante.
Aliás, nem a de companheira; quem vai conseguir trocar uma idéia sobre a poluição da Baía de Guanabara se saiu do trabalho e passou no supermercado rapidinho para comprar uma massa e um molho já pronto para resolver o jantar, e ainda por cima está deprimida porque não teve tempo de fazer uma escova?
Mas as revistas femininas estão aí, querendo convencer as mulheres - e os maridos - de que um peixinho com ervas no forno com uma batatinha cozida al dente, acompanhado por uma salada e um vinhozinho branco é facílimo de fazer - sem esquecer as flores e as velas acesas, claro, e com isso o casamento continuar tendo aquele toque de glamour fun-da-men-tal para que dure por muitos e muitos anos.
Ah, quanta mentira!
Outra grande, diz respeito à mulher que trabalha; não à que faz de conta que trabalha, mas à que trabalha mesmo. No começo, ela até tenta se vestir no capricho, usar sapato de salto e estar sempre maquiada; mas cedo se vão as ilusões. Entre em qualquer local de trabalho pelas 4 da tarde e vai ver um bando de mulheres maltratadas, com o cabelo horrendo, a cara lavada, e sem um pingo do glamour - aquele - das executivas da Madison.
Dizem que o trabalho enobrece, o que pode até ser verdade. Mas ele também envelhece, destrói e enruga a pele, e quando se percebe a guerra já está perdida.
Não adianta: uma mulher glamourosa e pronta a fazer todos os charmes - aqueles que enlouquecem os homens - precisa, fundamentalmente, de duas coisas: tempo e dinheiro.
Tempo para hidratar os cabelos, lembrar de tomar seus 37 radicais livres, tempo para ir à hidroginástica, para ter uma massagista tailandesa e um acupunturista que a relaxe; tempo para fazer musculação, alongamento, comprar uma sandália nova para o verão, fazer as unhas, depilação; e dinheiro para tudo isso e ainda para pagar uma excelente empregada - o que também custa dinheiro.
É muito interessante a imagem da mulher que depois do expediente vai ao toalete - um toalete cuja luz é insuportavelmente branca e fria, retoca a maquiagem, coloca os brincos, põe a meia preta que está na bolsa desde de manhã e vai, alegremente, para uma happy hour.
Aliás, se as empresas trocassem a iluminação de seus elevadores e de seus banheiros por lâmpadas âmbar, os índices de produtividade iriam ao infinito; não há auto-estima feminina que resista quando elas se olham nos espelhos desses recintos.
Felizes são as mulheres que têm cinco minutos - só cinco - para decidir a roupa que vão usar no trabalho; na luta contra o relógio o uniforme termina sendo preto ou bege, para que tudo combine sem que um só minuto seja perdido.
Mas tem as outras, com filhos já crescidos: essas, quando chegam em casa, têm que conversar com as crianças, perguntar como foi o dia na escola, procurar entender por que elas estão agressivas, por que o rendimento escolar está baixo.
E ainda tem as outras que, com ou sem filhos, ainda têm um namorado que apronta, e sem o qual elas acham que não conseguem viver .
Segundo um conhecedor da alma humana, só existem três coisas sem as quais não se pode viver: ar, água e pão.
Convenhamos que é difícil ser uma mulher de verdade; impossível, eu diria.
Parabéns para quem consegue fingir tudo isso....
(Danuza Leão)

abril 10, 2009

felicidade...

A felicidade que preciso não é fazer o que quero, mas não fazer o que não quero.
(Jean-Jacques Rosseau)

Fazer o que gosta é liberdade, gostar do que faz é felicidade.
(Frank Tyger)

A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido.
(Maxwell Maltz)

Quem busca felicidade fora de si é como um caracol
que caminha em busca de sua casa.
(Constancio C. Vigil)

abril 09, 2009

ganhei...

Ganhei da Mi!
Agora já tenho uma ECO Bag linda!

hoje estou...

NAMORANDO!

gosto redundante...

Do que eu gosto?

Gosto de ler, de ouvir música clássica, de escrever, de praticar Yoga, de cantar, de cozinhar, de limpar a casa, de organizar as coisas e ver tudo no lugar...
Gosto de toddy, café com leite, de pão francês com margarina Qually, gosto de suco de laranja com cenoura e beterraba, também gosto de suco de abacaxi com hortelã (acabo tomando o último com mais freqüência por conta que não são todos os restaurantes e padarias que fazem o meu preferido), gosto de salada de cenoura cru com tomate, azeitona, maçã, alface, cheiro verde, erva doce e molho rosê, gosto de arroz com feijão e ovo frito (duro, sem aquela melequinha), gosto de salmão grelhado, assado e cru, gosto muito de comida japonesa menos das frituras, gosto de petit gateau e do Milk Shake de ovomaltine do bob´s, gosto de massas e de bem as vezes comer carne em algum rodízio (bem as vezes, quase nunca)...
Gosto de acordar sempre bem humorada, agradecer por mais um dia, olhar no espelho e ver como sou feliz, abrir a janela, ver o novo dia e continuar bem humorada mesmo se estiver chovendo...

Gosto de todos os dias,faça chuva ou sol, mas gosto principalmente do inverno...
Gosto de roupas confortáveis e básicas e não ligo se são baratas, mas gosto de bolsas e sapatos de qualidade e não ligo se são caros...
Gosto muito mais das roupas de inverno que das de verão...
Gosto de brincos discretos e não uso colar nem relógio...
Gosto de calcinha pequena e de combinar a calcinha com o sutiã sempre...
Gosto de regatas brancas, pretas e cinzas e de calça jeans...
Gosto de chinelo de dedo mas não suporto o que fazem com os meus pés...
Gosto de esmalte clarinho mas me sinto mais mulher com um escuro...
Gosto de óculos escuro sempre, na chuva ou no sol...
Gosto de beber água na garrafinha em temperatura ambiente e não gosto, não gosto mesmo de beber água gelada...

Gosto quando alguém me surpreende com algum presente pensado e escolhido só prá mim, não importa se é um alfinete ou uma jóia, o valor do cuidado é o mesmo, mas gosto mais ainda da sensação de poder dar o presente que eu quiser para quem gosto...
Gosto de tulipas e gérberas de qualquer cor e de orquídea branca, mas não gosto de ganhar rosas...
Gosto da paz, da tranqüilidade e do amor...

Gosto muito de dirigir, mas não ligo se tenho que andar a pé ou de ônibus...
Gosto ainda mais da liberdade que conquistei de ser quem eu quero, de escolher o que quero e de só fazer o que eu escolho...
Gosto de andar descalça e sentir o chão...

Gosto da luz das velas, mas tenho alergia do cheiro de insenso...

Gosto de ir ao estádio ver o meu time jogar...

Gosto de fazer surpresas, mas quase sempre descubro quando fazem para mim...

Gosto de ser acordada com café na cama, mas não gosto de frutas com café e leite...

Gosto muito de chocolate, mas não é sempre que tenho vontade de comer...

Gosto muito de ouvir tocar violão, mas não sei tocar uma nota...

Gosto das quatro estações do ano e das de Vivaldi, mas tanto em uma como em outra, eu prefiro o inverno...

Gosto de livros, de histórias e de poesias...

Gosto de usar reticências em quase tudo que escrevo, pois gosto da sensação de dar liberdade a quem lê para concluir a minha idéia como quiser...

Gosto de pensar que desta forma estou criando algum tipo de mistério, mas sei que quem realmente me conhece sabe de cara o que estou querendo dizer quando uso os tais três pontinhos...

Gosto das idéias, dos poemas e dos textos de Mário Quintana, mas gosto mais ainda quando ele diz que "as reticências são os três primeiros passos do pensamento, que continua por conta própria o seu caminho"...

Gosto de barzinho, de cinema, de ir ao museu e ao teatro, gosto de shows e de concertos, gosto de viagens com alguém especial, com amigos ou com a família, mas não gosto de danceterias (não gosto mesmo)...
Gosto da noite, das estrelas e da lua...
Gosto de cama com lençol limpo e edredom macio (isto me faz ter um bom sono)...

Gosto da casa limpa, cheirosa e arrumada (isto me faz sentir que estou cuidando bem do que Deus me proporcionou)...

Gosto de banheiro branco e de chuveiro quente, de sabonete branco e toalha macia, gosto muito, muito, muito de escovar os dentes e do gosto do listerine na boca...
Gosto de montar quebra cabeças e de fazer dobraduras...
Gosto de atividades artísticas e de ver a minha dedicação em tudo que faço...
Gosto de pensar que posso tudo, de caminhar e sentir o vento batendo no meu rosto, de ver as folhas se mexendo nos galhos, de sentir o ar puro, de abraçar as árvores e de respirar profundamente...
Gosto de estar em lugares naturais e rústicos (prefiro), mas também gosto do conforto de um bom hotel...
Gosto de ver o sol nascer, mas prefiro o por do sol que me dá a sensação de que Deus cuidou de mim por mais um dia...
Gosto de fazer as malas e viajar, gosto de fazer trilhas, de fazer arvorismo e tirolesa...

Gosto de altura e esportes radicais mas não sei nadar...

Gosto das dunas da praia de Joaquina...

Gosto de piscina, mas não há nada como poder tomar sol na areia da praia, sentir o cheiro do mar e observar as ondas...
Gosto de tomar banho de chuva forte...
Gosto de rir e de brincar, pode ser de qualquer coisa, de guerrinha de travesseiros a cuspe de água no banho, acho que estes são os melhores momentos...

Gosto de jogar truco, dominó e dama, mas não sou boa o bastante em nenhum...
Gosto de acampar e de estradas incomuns...
Gosto de olhar a paisagem e de ver como a natureza é linda...
Gosto brincar com crianças, do olhar e do sorriso ingênuo que elas tem...
Gosto de ver e de abraçar minhas afilhadas e de saber que quando tiver meus próprios filhos será ainda mais mágico...
Gosto de fazer trabalhos voluntários e de organizar eventos beneficentes...

Gosto de ter datas para comemorar, gosto de aniversários e principalmente de continuar sentindo que o Papai Noel existe no Natal...

Gosto da felicidade de ter os amigos e irmãos que tenho e de saber que para cada um deles eu sou única...

Gosto de ajudar as pessoas, mas não gosto de me sentir obrigada a nada...

Gosto de saber que quando as pessoas que ficaram lá atrás no meu caminho, se lembrarem de mim terão muitas lembranças e sentimentos bons, por mais defeitos que eu possa ter, pois em tudo que já vivi, mesmo quando fiz errado, dei o melhor de mim...

Gosto de saber que sou boa, mas gosto mais ainda de saber que não sou boba...

Gosto de concluir tudo o que começo, mas escolho deixar prá lá a execução de algo que não me faz feliz...

Gosto da saudade, mas prefiro não sentí-la...
Gosto de ter um único alguém para gostar, para dividir todos os momentos e coisas que gosto...

Gosto de amar e de ser amada, de dar e de receber carinho...
Gosto muito de beijo na boca e de fazer amor, mas prefiro dormir juntinho, pois é uma delícia acordar e ver que ao seu lado está quem escolheu para dividir com você a vida...

Gosto de desejar o corpo, mas prefiro admirar e amar a alma...

Gosto da vida e das pessoas...

Gosto de poder acreditar que estão me falando a verdade...
Gosto de olhar para o céu e agradecer por ter uma vida tão maravilhosa...
Gosto muito de falar com Deus e de ter a segurança do cuidado Dele.

Gosto de planejar e sonhar com o futuro, mas acho bem melhor deixar que ele aconteça naturalmente, sem forçar qualquer tipo de situação...

Gosto de não desejar pouco...

Gosto de ser simples, porém exigente...

Gosto quando as pessoas dão o melhor de si...

Gosto quando me sinto querida...
Gosto de ter a certeza de que terei tudo o que desejo e mais ainda: De que será ainda
MUITO MELHOR que tudo o que eu imagino.

(Lyz Fatori)

abril 06, 2009

primeiro passo...

"Dê o primeiro passo na fé.
Você não precisa ver a escada inteira.
Apenas dê o primeiro passo."
(Martin Luther king Jr.)

ganhei...

Minha irmãzinha me deu este kit de viagem...
AMEI é LINDO!

abril 02, 2009

para ficar mais bonita...

Dicas de Beleza :

- Para ter lábios atraentes, diga palavras doces.
- Para ter olhos belos, procure ver o lado bom das pessoas.
- Para ter um corpo esguio, divida sua comida com os famintos.
- Para ter cabelos bonitos, deixe uma criança passar seus dedos por eles pelo menos uma vez por dia.
- Para ter boa postura, caminhe com a certeza de que nunca andará sozinho.
- Pessoas, muito mais que coisas, devem ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas; jamais jogue alguém fora.
- Lembre-se que, se alguma vez precisar de uma mão amiga, você a encontrará no final do seu braço.
- Ao ficarmos mais velhos, descobrimos porque temos duas mãos, uma para ajudar a nós mesmos, a outra para ajudar o próximo.
- A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, nem no corpo que ela carrega, ou na forma como penteia o cabelo.
- A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, porque esta é a porta para seu coração, o lugar onde o amor reside.
- A beleza de uma mulher não está na expressão facial, mas a verdadeira beleza de uma mulher está refletida em sua alma. Está no carinho que ela amorosamente dá, na paixão que ela demonstra. A beleza de uma mulher cresce com o passar dos anos.
(Audrey Hepburn)

dias assim...

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte,
não temeria mal algum, porque tu estás comigo!
(Salmos 23:4)

Obrigada Senhor!

gosto muito...

do que é natural...

obrigada...


Sou FELIZ e AGRADECIDA por tudo que TENHO e SOU!
Deus tem me abençoado constantemente...

abril 01, 2009

novela...



Não sou fã de novelas e nem telespectadora assídua, porém já pedia a minha irmã que me chame quando aparecer estes dois...
Ficam lindos juntos!

grandes significados...

Solidão é uma ilha com saudade de barco.
Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.
Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo.
Autorização é quando a coisa é tão importante que só dizer "eu deixo" é pouco.
Pouco é menos da metade.
Muito é quando os dedos da mão não são suficientes.
Desespero são dez milhões de fogareiros acesos dentro de sua cabeça.
Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.
Agonia é quando o maestro de você se perde completamente.
Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento.
Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa.
Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára.
Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.
Pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista.
Renúncia é um não que não queria ser ele.
Sucesso é quando você faz o que sempre fez só que todo mundo percebe.
Vaidade é um espelho onisciente, onipotente e onipresente.
Vergonha é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora.
Orgulho é uma guarita entre você e o da frente.
Ansiedade é quando sempre faltam 5 minutos para o que quer que seja.
Indiferença é quando os minutos não se interessam por nada em especial.
Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.
Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.
Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.
Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.
Alegria é um bloco de Carnaval que não liga se não é Fevereiro...
Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.
Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.
Decepção é quando você risca em algo ou em alguém um xis preto ou vermelho.
Desilusão é quando anoitece em você contra a vontade do dia.
Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente, mas, geralmente, não podia.
Perdão é quando o Natal acontece em outra ápoca do ano.
Desculpa é uma frase que pretende ser um beijo.
Excitação é quando os beijos estão desatinados pra sair de sua boca depressa.
Desatino é um desataque de prudência.
Prudência é um buraco de fechadura na porta do tempo.
Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.
Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.
Emoção é um tango que ainda não foi feito.
Ainda é quando a vontade está no meio do caminho.
Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.
Desejo é uma boca com sede.
Paixão é quando apesar da palavra "perigo" o desejo chega e entra.
Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.

Não.
Amor é um exagero...
Também não.
É um "desadoro"...
Uma batelada?
Um exame, um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?
Talvez porque não tivesse sentido, talvez porque não houvesse explicação, esse negócio de amor não sei explicar...
(Adriana Falcão)

uma história de amor...

Assisti ontem com o GGG.
Eu já assisti algumas vezes, mas ele que ainda não tinha visto adorou...