março 18, 2009

seja a sua própria fada madrinha...


...e realize todos os seus desejos em 2009. Você vai entrar naquele jeans da época da faculdade, encontrar tempo para malhar, conseguir a tão sonhada promoção... Parece difícil? Que nada, um time de especialistas vai mostrar o caminho. Agora, feche os olhos e faça o seu pedido. A varinha de condão está em suas mãos!
por Marjorie Umeda

Certamente você se lembra dos pedidos que fez nos primeiros minutos de 2009. Agora, pense bem e seja sincera, sua lista atual não está parecida com a do ano passado? Se a resposta é sim, significa que você ainda não fez um planejamento para transformar o seu sonho em realidade. Dessa vez, será diferente. “Quando pedimos algo, não necessariamente trabalhamos em direção ao nosso projeto. Na maioria das vezes, pecamos pela passividade. Pedimos e esperamos acontecer. Assim não funciona. Nada cai do céu, precisa buscar”, diz Marisa Micheloti, psicoterapeuta, de São Paulo. Para realizar os seus sonhos, é preciso agir. E a melhor maneira é planejar cada etapa. Ouvimos vários especialistas e montamos um guia de seis passos para você chegar lá. Não importa o que quer para este ano – se é emagrecer, começar a academia, encontrar um novo amor, conseguir uma promoção ou passar férias no Nordeste –, o esquema a seguir pode ser aplicado para tornar real qualquer tipo de pedido.

PASSO 1: Fuja dos pedidos genéricos
Sabe aquela lista básica de desejo com palavras como saúde, paz, amor e felicidade? Embora seja comum, ela não é o melhor começo para ver o seu sonho se tornar realidade. Para fazer e acontecer neste ano, detalhe cada pedido e inclua no conjunto aquelas vontades quase secretas, que tocam o seu coração. “Muita gente não realiza os desejos porque não pensa direito no que quer e acaba fazendo uma lista politicamente correta, mas chata demais, e isso não dá ânimo nem para começar”, diz Jorge Forbes, psicanalista e psiquiatra, presidente do Instituto de Psicanálise Lacaniana, em São Paulo, e membro da Escola Européia de Psicanálise. “Sem mergulhar nas suas próprias vontades, não tem como colocar seus planos em prática”, completa o psicanalista. Antes de fazer a sua lista, esqueça o que parece adequado e normal, deixe de lado qualquer tipo de julgamento e foque sua atenção apenas naquilo que a faria mais feliz. Capriche nos detalhes: em vez de pedir para emagrecer, decida quantos quilos pretende perder; se viajar é o seu sonho, escolha o destino, a época que vai e quem vai acompanhá-la. “Melhor fazer uma lista pequena com coisas que realmente façam sentido para você e possam justificar a sua dedicação, do que uma lista imensa, genérica e desinteressante”, fala Forbes.

PASSO 2: Um sonho de cada vez
Depois de enumerar os seus desejos, determine qual será o primeiro da lista. “É preciso estabelecer prioridades. Não dá para se dedicar a vários projetos ao mesmo tempo. Por isso, se você quer emagrecer e também sonha em ser promovida vai ter que decidir o que virá primeiro”, explica Elza Tsuzaki, consultora de desenvolvimento de talentos do Senac, em São Paulo. Buscar uma coisa nova implica uma mudança de atitude. Pense bem, se continuar agindo do mesmo jeitinho, terá o mesmo resultado. E modificar um hábito, um padrão ou um pensamento, dá trabalho – então a receita é fazer uma mudança por vez, ou pode se perder no meio do caminho. “Quando fizer a sua opção, não fique olhando para os sonhos que ainda estão estacionados ou você se distrai da meta principal”, diz a consultora.

PASSO 3: Plano de vôo
Este passo é decisivo. É a partir das decisões tomadas aqui que você estrutura o caminho que a levará até onde deseja. É fundamental investir tempo nesta etapa. “Coloque seus desejos no papel, desse jeito é mais fácil definir as atitudes que precisam ser tomadas, assim como listar todas as possibilidades de rota até chegar ao plano ideal. Sem isso, corre o risco de se perder no meio do caminho”, explica Elza. Esse é o momento de decidir como fazer. Quem deseja, por exemplo, emagrecer 6 quilos pode partir para uma dieta, começar a caminhar ou colocar as duas coisas em prática. “Seja realista para estabelecer o que de fato é possível ser feito”, diz Marisa. Você sabe, por exemplo, que se associar uma alimentação balanceada com atividade física consegue chegar ao peso ideal mais rapidamente. Mas, se no momento, tem condições de fazer apenas uma coisa, conte apenas com o que vai colocar em prática.

PASSO 4: Olho no calendário
Uma vez definida a rota a ser seguida, é hora de dividir o percurso em etapas e estipular um prazo para resolver cada uma delas. Imagine uma pessoa que pretende emagrecer 15 quilos. É impossível perdê-los da noite para o dia – primeiro elimina 1 quilo, depois outro e assim por diante, até alcançar a sua meta. O mesmo raciocínio vale para outros objetivos. Quem sonha com um novo emprego primeiro faz um curso de reciclagem, depois prospecta o mercado, em seguida manda currículos. O seu trabalho agora é determinar em quanto tempo vai cumprir cada fase do seu projeto. Se não determina um prazo, fica no “plano do um dia”. Conhece aquela frase, um dia vou me matricular nesta academia? “Quem faz assim, aprisiona os projetos no campo das ideias e não os realiza na prática. Ao contrário, quando estipula datas consegue colocar, pouco a pouco, o sonho dentro da realidade”, fala Elza. Portanto, substitua o “um dia” por uma unidade de tempo que possa ser contada no calendário: hoje, semana que vem, dia 22...

PASSO 5: Sinalizadores
Enquanto caminha rumo à sua conquista esteja atenta aos sinais capazes de mostrar se você está na rota certa. Para cada desejo a ser realizado, existe um sinalizador diferente. “Se o seu objetivo é emagrecer, a balança vai indicar se já começou a perder peso. Se está lutando por uma promoção, analise se seu inglês está mais fluente ou se consegue aplicar no escritório o que aprendeu nos cursos de aprimoramento profissional”, explica Elza. Caso você perceba que não está caminhando na direção desejada, é preciso parar, modificar a rota e recomeçar. “Realizar dá trabalho? Dá, mas, depois que a gente cresce, precisa ter uma relação adulta com os sonhos, que envolve planejamento e estratégia. Esse esquema é mesmo menos mágico do que esperar o presente de Papai Noel, mas é o único jeito de chegar lá. A boa notícia é que agora não depende mais do bom velhinho, pode contar só com você mesma”, diz Marisa.

PASSO 6: Persista!
Como você viu nas etapas anteriores, ser a sua própria fada madrinha requer planejamento, trabalho e tempo – quesitos necessários para a sua varinha de condão funcionar de verdade. Às vezes, demora mais do que gostaria, mas não vale desistir. Você é a única responsável por realizar os seus sonhos – ninguém, por mais que queira ajudá-la, é capaz de fazer isso no seu lugar. Sua mãe pode dar a maior força na sua dieta, seu marido talvez a incentive na academia, é possível surgir uma vaga melhor na empresa, mas a conquista é um trabalho individual. “Dá para adaptar o seu sonho, mas nunca desistir. É preciso persistir porque a felicidade não chega para quem desiste no meio do caminho”, completa Forbes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

fico feliz quando leio o seu recadinho...
obrigada!